Home / Antiguidade / O vicio da antiguidade

O vicio da antiguidade

Uns mais que outros todos nós colecionamos qualquer coisa! Desde os objetos mais comuns, aos mais enigmáticos, encontram-se extraordinárias coleções por esse mundo fora. Existem coleções de selos, de caricas, de cromos, de latas de bebidas, etc., etc., etc.. Enfim, de tudo um pouco. Existem ainda os aficionados em antiguidades e colecionam autênticas obras, algumas raras, outras bastante valiosas.
São verdadeiros apaixonados pela história e tem a fantástica capacidade de ouvir os contos que as peças antigas têm para contar. Quem é colecionador de antiguidades, não é só um apaixonado pelo antigo, é um amante pela obra deixada!
Uma antiguidade não tem necessariamente de ser um móvel velho e desajeitado que se encontra no sótão da avó. Uma antiguidade é transformada por muitos destes colecionadores.
Exemplo disso são os colecionadores que não resistem a comprar uma peça antiga em muito mau estado, e com as mais variadas técnicas, reconstroem aquilo que o tempo mal tratou. Um colecionador não enamora só a peça, apaixona-se pelo seu renascer. Mais do que um hobby, a reconstrução exímia de uma peça antiga pode ser uma terapia. A capacidade de concentração e a paciência e insistência na perfeição da sua reconstrução, fazem deste trabalho uma obra na própria obra. Não se trata só da vontade de ver exposta uma antiguidade, mas de fazê-la renascer.
Por outro lado, existem os apaixonados pela obra concretizada e restaurada. Também eles se entregam à procura e à insistente busca pela peça perfeita e exibem-na com a vaidade própria de um colecionador.
Estas peças podem ser encontradas nos mais variados locais. Desde lojas da especialidade, a feiras de antiguidades e até na internet.
Quem é colecionador, é obviamente o melhor conhecedor dos locais mais vantajosos para comprar uma antiguidade, mas com pequenas pesquisas muito facilmente encontramos os melhores sítios para as nossas compras de “coisas velhas”. Existem também feiras onde se vende de tudo e que conseguirá negociar uma peça única, ou ser aconselhado a procurar lojas ou lugares mais específicos.
Para todos os gostos das histórias antigas, encontram-se nestes locais fotografias, livros (algumas primeiras edições), toalhas e roupas antigas com extraordinários bordados antigos, porcelanas e louças, pratas, espadas e antiguidades militares, estátuas e estatuetas ou mobiliário extraordinário que vai com toda a certeza impressionar os seus amigos.
Desengane-se quem acha que as casas destes colecionadores são autênticos museus de arte sacra. As antiguidades não precisam de um aspecto, basta serem antigas. Uma peça antiga pode ser colocada em cima de uma mesa moderna, ou imagine uma coleção de livros antigos numa estante com designe contemporâneo.
Uma antiguidade é uma riqueza. É um pedaço de história. Arrisque e compre uma. Vai ver que um dia dará por si a imaginar as histórias que aquela peça já espreitou!

About daniel

Check Also

Velharia com a Banda Quasímodo

Em primeira mão venho anunciar que a partir de 15 de Setembro teremos uma festa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *